terça-feira, 17 de dezembro de 2013

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

sábado, 16 de março de 2013

Fôrma em Silicone

Fôrma em Borracha de Silicone para reprodução de peças

    Uma rápida e simples explicação de como fazer uma fôrma de silicone, para reprodução de várias peças. Se a fôrma de silicone for bem feita e principalmente se o material utilizado (borracha) for de boa qualidade, sendo esta muito bem armazenada, é possível reproduzir muitas peças. 

      Na figura acima, peguei uma peça qualquer, no caso, um troféu "O laçador", de resina. Enrolei um pano meio grosso ao redor da peça, com o objetivo de fazer volume ao redor de toda a peça, criando assim, uns 2cm de espessura em volta da mesma (este espaço será ocupado pela borracha de silicone). Em volta deste pano passei fita durex para firmá-lo contra a peça. Em seguida, derramei gesso em metade dela, cuidando para que o gesso não cobrisse os dois lados da peça, onde formei uma das partes.

      Com a peça ainda dentro desta casca, assim que o gesso endureceu, esculpi uma beirada ao redor de toda a fôrma de aproximadamente uns 4 mm,  que se transformou em um encaixe para a próxima parte.

      Passei desmoldante sólido ( vaselina ), em toda a sua beirada, que agora tem um formato para  encaixe, para que o próximo gesso que derramei, não grudasse no que já estava pronto, formando assim, uma casca inteira em redor da peça que ainda está enrolada no pano e isolada com durex. 

      Aguardei alguns minutos para secagem da segunda parte da casca, depois abri a mesma, retirei o durex, o pano e recoloquei a peça dentro da casca. Nesse momento tenho a casca totalmente pronta, onde podemos ver na foto acima.

      Fixei com cola a peça em resina num vidro plano, passei desmoldante na mesma e no vidro, coloquei a casca fechada ao redor da peça, deixando entre elas, um espaço regular que anteriormente era ocupado pelo pano. Esta casca fixei com gesso no vidro para que não se mexesse e assim manteria o espaço regular entre ela e o laçador ( peça).

     Acima da cabeça do laçador, abri um buraco que ficou sendo o canal por onde derramei a borracha de silicone, ainda líquida, porém catalizada.

     Em mais ou menos uma hora, a borracha já estava rígida, podendo assim desmontar tudo, tendo cuidado de manter a casca de gesso intacta, pois, esta será sempre utilizada para dar resistência a borracha, cada vez que for monta-la para uma reprodução.

     Agora com a peça presa dentro da borracha, tenho que corta-la de maneira que possa abrir sempre sem prejudicar a borracha, não havendo necessidade de dividir totalmente a borracha.
É interessante que alguma parte da borracha se mantenha grudada, pois, facilita muito na montagem da mesma quando for reproduzir peças. 

     A baixo, fotos de outras peças já com a borracha cortada.